• 44 3423-2538
  • Rua doutor Silvio Meira de Sá Bezerra, 200, jardim progresso, Paranavaí - Paraná

A IMPORTÂNCIA DA CAL NO COMBATE AO COVID-19

A cal e o calcário são produtos essenciais para o adequado funcionamento das usinas de tratamento de água potável e de esgoto, bem como para a sanitização de resíduos. Os materiais também são críticos para a produção de gêneros alimentícios, desde a etapa de plantação (como fertilizante e corretivo de solo) até o processamento dos produtos agrícolas.

São produtos de uso vital na sanitização e alimentação de frangos, suínos e bovinos, além da utilização no tratamento de efluentes gasosos.

Cal e calcário também são usados na manufatura de látex e plásticos e Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s), especialmente para a produção de bolsas de sangue e equipamentos médicos.

 

 

De acordo com o presidente do Sindicalge, Rodrigo Simões, vale ressaltar que cal não é um material que é estocado por longos períodos. “Uma interrupção no fornecimento pode trazer consequências imediatas para todos estes segmentos, especialmente para o tratamento de água nas empresas de saneamento e fornecimento de água potável”, afirma.

O uso da cal em aplicações ambientais

A higienização por cal e seus derivados é uma técnica efetiva para eliminação de vírus, bactérias e outros patógenos em efluentes líquidos em estações de tratamento públicas, privadas e plantas industriais, na sanitização necessária em criatórios de aves, suínos e bovinos.

Cal é essencial na produção de celulose e papel, indispensáveis para a produção de lenços descartáveis, papel higiênico, máscaras protetivas e toalhas essenciais para desinfecção. Os materiais são também essenciais para produção de vidros utilizados na medicina.

Também é usada para destruir material orgânico e tratar odor. Na produção de água potável, cal ajusta o pH e remineraliza a água. Um metro cúbico (m3) de água potável requer entre 100 e 200g de cal. O produto neutraliza emissões ácidas de processos de combustão através da captura de enxofre (SO2), inclusive na incineração de lixo.

Importantes segmentos industriais, tais como siderurgia, mineração e metalurgia, têm sua produção dependente do uso da cal. “Sem cal não há produção de aço, cobre, alumínio e ouro, importantes também para a balança comercial brasileira”, ressalta Simões.

Para o Sindicalge, as atividades de produção, fornecimento e transporte desses recursos devem ser reconhecidas como um setor de vital importância para a economia e para a sociedade.

Fonte: https://noticias.portaldaindustria.com.br

Escreva um Comentário