• 44 3423-2538
  • Rua doutor Silvio Meira de Sá Bezerra, 200, jardim progresso, Paranavaí - Paraná

CURIOSIDADES E TIPOS DE CAL

A cal é um produto muito versátil. Começou a ser usada na pré-história, sendo muito utilizada na construção de pirâmides, igrejas e principalmente habitações.

Você sabe o que a Pirâmide de Quéops, a Grande Muralha da China e o Coliseu de Roma têm em comum? Todos esses monumentos apresentam traços de cal, um dos materiais mais antigos usados pela humanidade. E esse consumo permanece até hoje: basta ver que sua produção mundial, principalmente de cal hidratada, gira em torno de 145 milhões de toneladas por ano.

Ela é útil para diversos setores da indústria, removendo impurezas em siderúrgicas, tratando resíduos industriais e compondo argamassas para a construção civil.

O COLISEU, EM ROMA, É UM DOS MONUMENTOS QUE APRESENTAM TRAÇOS DE CAL, UM DOS MATERIAIS MAIS ANTIGOS USADOS PELA HUMANIDADE.

 

Cal Virgem Comum – CVC

Tradicionalmente utilizado na composição de argamassa para assentamento, chapisco, emboço e reboco.

Tudo começa com o calcário sendo extraído de rochas e depois selecionado, moído e submetido a altas temperaturas em fornos industriais – de 900º a 1000º Celsius. Esse processo é conhecido como calcinação e dá origem ao óxido de cálcio (CaO) ou cal virgem. Esta se divide em mais dois tipos:

  • CV-C: Cal virgem comum;
  • CV-E: Cal virgem especial (mais pura e de melhor qualidade).

O pó branco obtido da decomposição de calcário até pode ser usado diretamente na composição da argamassa, mas é um procedimento mais dispendioso e demorado, pois a mistura precisa descansar por alguns dias. O ideal é que essa cal passe por uma hidratação na própria obra ou seja comprada pronta para uso.

Cal Hidratada – CHIII

Utilizado na composição de argamassa para assentamento, chapisco, emboço e reboco, assim com a Cal Virgem Comum, porém previamente preparada não tendo a necessidade de espera de 24 horas de reação.A cal hidratada é obtida ao se adicionar água na cal virgem. Sua qualidade vai depender das características da rocha de origem e das impurezas contidas nela, além do próprio processo de calcinação da matéria-prima. Essa cal não só é extremamente fina e leve como tem uma grande capacidade de reter água e possui afinidade química com o cimento, o que acelera as reações entre esses dois materiais.

Ela pode ser classificada em três tipos e variam em relação às suas composições:

  • CH-I: grau de pureza alto;
  • CH-II: grau de pureza intermediário
  • CH-III: grau de pureza baixo (tem uma produção mais econômica e pode contar com materiais não calcinados e impurezas de rochas).

Na construção civil, a cal hidratada é o principal componente de argamassas de assentamento e revestimento. Ela também é usada no preparo de tintas alcalinas, conferindo à pintura propriedades fungicidas e bactericidas que beneficiam a saúde dos moradores de uma edificação.

Cal Pintura – CP

Com uma ótima relação custo-benefício, a cal pode ganhar diferentes cores com o acréscimo de pigmentos industrializados encontrados nas lojas de materiais de construção. A pintura com cal se mostra uma boa opção para clientes que não querem gastar muito na hora de pintar a casa, devido ao seu baixo custo.

Adequada para aplicação em diversas superfícies, principalmente as mais porosas e de elevada aspereza (bloco de concretoargamassa de revestimento, concreto aparente e de textura áspera), a cal tem completa aderência à superfície e boa manutenção da cor.

A caiação ou pintura com cal é muito antiga e data da época em que as casas não eram rebocadas e nem pintadas. Por isso, por questões de higiene e saúde, era quase obrigatório utilizar este método, a fim de evitar o aparecimento e alastramento de bactérias e outros micróbios

Por ser um produto alcalino, combate fungos, germes e bactérias, o que evita a formação de manchas causadas por infiltrações e a deterioração precoce dos revestimentos.

Escreva um Comentário